19 de Maio de 2014
Líderes africanos declaram guerra a grupo que sequestrou jovens na Nigéria

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Os cinco chefes de Estado africanos que se reuniram no sábado (17) em Paris, capital da França, com o presidente francês, François Hollande, adotaram um plano regional de luta contra o grupo islâmico armado nigeriano Boko Haram, considerado pelos líderes "uma ameaça" à África. "Estamos aqui para declarar guerra ao Boko Haram", afirmou em uma conferência de imprensa conjunta o presidente dos Camarões, Paul Biya. "Estamos aqui para afirmar a nossa solidariedade e determinação para lutar contra o Boko Haram, que se tornou um problema regional ou até continental", declarou. O plano aprovado na reunião prevê "a coordenação dos serviços de informações, a troca de informações, a vigilância das fronteiras, a presença militar na região do Lago do Chade [perto da fronteira com a Nigéria] e a capacidade de intervenção em caso de perigo", explicou François Hollande. Representantes dos Estados Unidos, do Reino Unido e da União Europeia também estiveram presentes no encontro em Paris.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.