04 de Janeiro de 2012
Licença-maternidade de 180 dias para trabalhadoras da iniciativa privada

Veículo: 
O Dia

Um projeto em tramitação na Câmara dos Deputados pretende ampliar o período de licença-maternidade das profissionais da iniciativa privada de 120 dias (quatro meses) para 180 dias (seis meses). Pela proposta, descrita no PL 2.299/11, o pagamento do salário-maternidade para as beneficiárias do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) começaria no período entre os 28 dias antes do nascimento do bebê e a data do parto. Atualmente, servidoras federais e estaduais já contam com o benefício estendido. Para o autor da medida, o deputado Bonifácio de Andrada, a mudança é uma questão de justiça social. "A lei vem assegurar, especialmente às famílias de baixa renda, melhores condições de preparar seus filhos", defende.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.