04 de Janeiro de 2012
Licença-maternidade de 180 dias para trabalhadoras da iniciativa privada

Veículo: 
O Dia

Um projeto em tramitação na Câmara dos Deputados pretende ampliar o período de licença-maternidade das profissionais da iniciativa privada de 120 dias (quatro meses) para 180 dias (seis meses). Pela proposta, descrita no PL 2.299/11, o pagamento do salário-maternidade para as beneficiárias do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) começaria no período entre os 28 dias antes do nascimento do bebê e a data do parto. Atualmente, servidoras federais e estaduais já contam com o benefício estendido. Para o autor da medida, o deputado Bonifácio de Andrada, a mudança é uma questão de justiça social. "A lei vem assegurar, especialmente às famílias de baixa renda, melhores condições de preparar seus filhos", defende.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.