05 de Janeiro de 2012
Justiça mantém nota da redação no Enem

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

A Justiça Federal no Ceará negou pedido de liminar feito pelo Ministério Público Federal (MPF) para que as notas da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 fossem desconsideradas no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O juiz Leonardo Rezende Martins considerou o pedido do MPF "desprovido de suficiente relevância jurídica". Para o magistrado, não cabe à Justiça, mas sim à Administração Pública definir os critérios de avaliação. O Ministério Público defendia que a nota da redação deveria ser descartada por usar metodologia diferente à que foi adotada nas provas objetivas. Na mesma ação, o MPF pediu que a União e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) esclarecessem os critérios de atribuição das notas das provas objetivas na última edição do Enem.

Inscrição - A partir do próximo sábado (7), os estudantes interessados em ingressar em uma das 95 universidades do Brasil que utilizam a nota do Enem para selecionar candidatos podem fazer a inscrição pelo Sisu. Serão oferecidas 108.552 vagas - 30% a mais que em 2011 - para 3.327 cursos. As inscrições vão até o dia 12 deste mês.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.