23 de Outubro de 2013
Jovens brasileiros têm três vezes mais riscos de desemprego

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

O Brasil tem conseguido melhorar o nível de emprego da população nos últimos anos, mas não para todos. Estudo divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em Brasília, mostra que os jovens têm três vezes mais riscos de ficarem desempregados no País do que um adulto. A organização elaborou um extenso relatório sobre o emprego entre os jovens brasileiros, o primeiro do tipo para mercados emergentes e com conclusões não muito animadoras. A principal recomendação da OCDE para melhorar o desemprego entre os jovens é aumentar o investimento em educação, além de buscar medidas para estimular, seja por meio de redução de custos, a contratação das pessoas mais novas. O documento destaca que em 2012 um quarto das pessoas com idade para trabalhar no Brasil tinha entre 15 e 24 anos. Entre os desempregados, 46% eram jovens. O relatório ressalta que o Brasil tem elevado os investimentos em educação nos últimos anos, mas o nível permanece abaixo de outros países da OCDE.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.