09 de Fevereiro de 2012
Igreja Católica gastou US$ 2 bilhões em processos de vítimas de abuso sexual

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Os casos de abusos sexuais a crianças e adolescentes já custaram à Igreja Católica, em nível internacional, mais de US$ 2 bilhões, informaram nesta quarta-feira (8) os americanos Michael Bemi e Patricia Neal no simpósio organizado pelo Vaticano para discutir as denúncias envolvendo clérigos. Os autores do levantamento disseram no evento que esses casos tiveram "profundas consequências negativas" para a Igreja Católica. Os dois especialistas detalharam que não é possível avaliar os danos causados às vítimas, e por isso analisaram apenas os prejuízos causados à Igreja por esses escândalos. O montante de US$ 2 bilhões corresponde a pagamentos nos acordos estabelecidos durante os processos das vítimas contra as dioceses, em julgamentos, assessorias legais, tratamentos para as vítimas e acompanhamento dos agressores, entre outros gastos.

Brasil – Líderes católicos afirmam não saber o que fazer em relação aos abusos sexuais cometidos por sacerdotes no Brasil, onde esse tipo de crime seria mais tolerado culturalmente do que em outros países ocidentais. A afirmação foi feita ontem (8) pelo padre Edênio Valle, psicólogo conselheiro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e que fornece orientação a padres no encontro do Vaticano.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.