09 de Fevereiro de 2012
Governo vetou vídeo anti-Aids para homossexuais

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Militantes do movimento de combate à Aids acusam o governo federal de vetar um vídeo sobre a prevenção da doença durante o Carnaval destinado ao público homossexual. O Ministério da Saúde nega. O último boletim epidemiológico, divulgado no fim de 2011, apontou avanço da doença entre indivíduos homossexuais de 15 a 24 anos. O vídeo, divulgado no Youtube, mostra um jovem casal do mesmo sexo se acariciando e uma fada oferecendo o preservativo. Ontem (8), o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que a peça será exibida em locais como clubes e boates para esse público. "Esse vídeo não era o da tevê aberta. É de divulgação em ambiente fechado", completou. Porém, um texto divulgado anteriormente pelo Departamento de DST/Aids informava que um filme com as mesmas características seria transmitido na TV e na internet.

Especialista -"É um retrocesso, é claro que houve veto", diz José Araújo Lima Filho, coordenador do Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada. Para o especialista em saúde pública Mário Scheffer, presidente do Grupo Pela Vidda, o filme precisa ser veiculado na televisão aberta para atingir os jovens homossexuais e criar um ambiente de aceitação nas famílias e na sociedade.

Tags:

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.