15 de Fevereiro de 2017
GDF fornece crachás de identificação para crianças no carnaval de rua

Veículo: 
Globo.com

O governo do Distrito Federal anunciou que vai distribuir 5 mil crachás para as crianças que forem levadas a blocos de rua durante o carnaval deste ano. A ação faz parte de uma campanha de proteção à infância, e deve incluir 17 bloquinhos até o dia 28 deste mês.

A iniciativa 'Direito de ser Criança, Direito de Brincar o Carnaval' da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude estreou no Suvaquinho – bloco infantil do Suvaco da Asa – no último sábado (11), e entregou 1,5 mil crachás. Devem ser distribuídos mais 3,5 mil até o fim do carnaval.

O crachá, preso ao pescoço por uma cordinha, deve ser preenchido pelos pais ou responsáveis com o nome da criança, da mãe e do pai e um telefone para contato emergencial.

Materiais de divulgação da campanha, que carregam dicas de proteção para pais e crianças em eventos com grande aglomerações, serão distribuídos nos ônibus, no Metrô e nos blocos, com a ajuda de parceiros.

Os panfletos e leques trazem informações sobre como prevenir o desaparecimento de crianças na rua, e como denunciar o trabalho infantil, a venda de bebidas alcoólicas por crianças e abusos sexuais.

O Disque 100 – canal de defesa dos direitos humanos – está destacado em todos os materiais da campanha. Segundo a pasta, a fiscalização de exploração infantil e o acompanhamento das denúncias durante o carnaval é de responsabilidade da Vara da Infância e Juventude e dos Conselhos Tutelares.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.