19 de Dezembro de 2014
Fome ainda ameaça 7,2 milhões de brasileiros

Veículo: 
A Notícia
A fome caiu 1,8 ponto porcentual no País entre 2009 a 2013, segundo o suplemento sobre segurança alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgado nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em números absolutos, 7,2 milhões de pessoas viviam em 2,1 milhões de lares em que alguém se encontrava em estado de insegurança alimentar grave em 2013. Para o IBGE, estar na chamada insegurança alimentar grave é, na prática, passar fome. Estão nessa categoria as pessoas que, nos últimos três meses, tiveram de reduzir a quantidade de comida oferecida às crianças ou que têm pelo menos um integrante do domicílio que passou um dia inteiro sem se alimentar por falta de dinheiro. Os domicílios brasileiros na insegurança alimentar grave caíram de 5% para 3,2% entre 2009 e 2013. Há 10 anos, eram 6,9%. A pesquisa abrange todos os 65,2 milhões domicílios. Para a amostra, foram visitados 148,7 mil lares nas cinco regiões do País. Os entrevistados responderam se tiveram problemas de acesso à comida nos últimos três meses.

Tags:

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.