19 de Agosto de 2013
Filhos de mães obesas em risco

Veículo: 
Diário de Pernambuco

Os filhos de mães obesas têm 35% mais risco de morrer prematuramente na idade adulta, revela um estudo publicado na semana passada pelo British Medical Journal (BMJ), que alerta sobre a crescente epidemia de obesidade. Os pesquisadores analisaram na Escócia 37.709 filhos de 28.540 mulheres nascidos entre 1950 e 1976. Durante o estudo, estas pessoas tinham entre 34 e 61 anos, e 6.551 já haviam morrido, por diferentes causas. No momento de dar à luz, 21% das mães tinham sobrepeso (índice de massa corporal –IMC – entre 25 e 29,9) e 4% eram obesas (IMC igual ou superior a 30). Segundo os pesquisadores, o risco de morte prematura aumenta em 35% entre os adultos nascidos de mães obesas e em 11% no caso de mães com sobrepeso em relação ao grupo nascido de mães com peso normal. Os adultos nascidos de mães obesas têm 42% mais probabilidade de ser hospitalizados por problemas cardiovasculares que os demais, destaca o estudo.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.