30 de Setembro de 2013
Estudos sobre síndrome de Down avançam

Veículo: 
Folha de Londrina

Cientistas de pelo menos três centros de pesquisas situados em diferentes pontos do mundo estão estudando medicamentos e terapias que devem trazer melhoras efetivas para os pacientes com síndrome de Down. Apesar dos estudos ainda estarem na fase inicial, avanços obtidos recentemente trazem esperança de novas terapias e medicamentos que melhorem a condição cognitiva deles. Como estimativas apontam que uma a cada 700 crianças nascidas vivas apresente a trissomia do cromossomo 21, estima-se que, no Brasil, há 270 mil pessoas com a doença. Quem tem síndrome de Down possui três cromossomos 21 – um a mais do que as outras pessoas. Os pesquisadores já conseguiram silenciar o cromossomo 21 a mais. Um dos medicamentos que está sendo estudado já é utilizado para pacientes que sofrem de mal de Alzheimer. Os cientistas descobriram que ele previne o desenvolvimento desta doença em jovens com síndrome de Down estas pessoas têm mais propensão a desenvolver Alzheimer prematuramente.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.