22 de Janeiro de 2013
Estudantes do ensino médio da rede pública terão livro digital a partir de 2015

Veículo: 
Folha de Londrina

 

O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) abriu o período para inscrições de obras destinadas a alunos e professores do ensino médio da rede pública para o ano letivo de 2015. As editoras também poderão inscrever livros digitais cujo acesso pode ser feito em computadores ou em tablets. A versão digital deve vir acompanhada do livro impresso, ter o mesmo conteúdo e incluir conteúdos educacionais digitais como vídeos, animações, simuladores, imagens e jogos para auxiliar na aprendizagem. A outra novidade é a aquisição de livros de arte para os alunos do ensino médio da rede pública. Os demais livros a serem comprados pelo governo são os de português, matemática, geografia, história, física, química, biologia, inglês, espanhol, filosofia e sociologia.

 

Patrocínio
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.