04 de Junho de 2013
Distribuição de renda mascara a pobreza

Veículo: 
Revista Época

Em entrevista, o economista Muhammad Yunus, prêmio Nobel da Paz em 2006, afirma que o empreendedorismo é uma solução mais eficaz do que os programas assistencialistas, como o Bolsa Família, para reduzir a pobreza. “Dar dinheiro não é uma solução. Você deixa de ver o problema, porque as pessoas conseguem sobreviver, comer, se divertir. Parece que está tudo bem, mas não está, porque o dinheiro não é delas”. Ele foi um visionário ao apostar na concessão de microcrédito e no empreendedorismo para reduzir a miséria em Bangladesh, onde ele nasceu e vive até hoje. Fundador do Grameen Bank, em 1976, e autor do livro O banqueiro dos pobres (Ed. Ática), Yunus contribuiu de forma decisiva para popularizar o microcrédito em todo o mundo. Para ele, é preciso investir em uma solução permanente e tornar as pessoas agentes da própria mudança. “As crianças de uma família que depende de subsídios crescem acreditando que não precisam trabalhar, que podem sobreviver sem ter de se esforçar para melhorar de vida”, declara.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.