24 de Junho de 2013
DF: Jovens apartidários e sem lideranças

Veículo: 
Correio Braziliense

Dificilmente sairão lideranças políticas, opções de voto para o ano que vem, das manifestações desencadeadas em Brasília há uma semana. Justamente, porque os organizadores dos protestos se recusam a integrar o modelo político atual, filiando-se a partidos, por exemplo. A conclusão vem de especialistas. No entanto, cientistas políticos, sociólogos e historiadores não minimizam a força do movimento, nem dizem que não terão algum resultado. Para eles, a redução de tarifas de ônibus em várias cidades e o congelamento da passagem no Distrito Federal já são uma grande vitória. E outras poderão vir, como maior abertura de diálogo dos cidadãos com os seus representantes.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.