16 de Fevereiro de 2016
Curso forma servidores para depoimentos de crianças vítimas de violência

Veículo: 
Agência Brasil

Servidores do judiciário fazem curso de capacitação em depoimentos especiais. O objetivo é formar entrevistadores para depoimento especial de crianças e adolescentes vítimas de violência, voltado para servidores e magistrados do poder judiciário. O analista judiciário e pedagogo do Centro de Formação e Aperfeiçoamento do Poder Judiciário, Fábio Fernandes, explica a importância deste tipo de formação. Ele diz que esse curso é uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que orienta todos os tribunais na criação de serviço especializado para a escuta de crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência. O curso é dividido em dois módulos: Introdução ao Direito de Infância e Juventude e Depoimento Especial. Ambos tratam da questão do desenvolvimento infantil, linguagem e sexualidade, violência sexual contra crianças e adolescentes e preparação dos servidores para tomada de depoimentos. Quase todos os tribunais do país têm uma sala especial para tomada de depoimentos de crianças, separada, e a criança é colocada somente com o profissional capacitado, devidamente instruído para não fazer perguntas invasivas e inapropriadas, com o fim de proteger e não trazer nenhum trauma para a criança ou adolescente. O primeiro módulo deste curso é oferecido na modalidade aberta para toda sociedade. Interessados podem acessar o site do Conselho Nacional de Justiça: www.cnj.jus.br/eadcnj.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.