19 de Fevereiro de 2013
Crianças 'viciadas' em TV têm mais probabilidade de cometer crime

Veículo: 
Hoje em Dia

Pesquisa realizada na Nova Zelândia aponta que crianças que assistem à televisão em excesso são mais sujeitas do que outras a cometer crimes ou ter atitudes agressivas quando adultas. A Universidade de Otago acompanhou mais de 1.000 adolescentes, nascidos no início da década de 1970 desde os quinze anos de idade até os 26, para avaliar os potenciais impactos da televisão nos seus comportamentos. O estudo, publicado nesta semana na revista americana Pediatrics, conclui que existe uma forte correlação entre a exposição excessiva de crianças à televisão e comportamentos antissociais de jovens adultos. "O risco de ter um jovem adulto ter antecedentes criminais aumenta em 30% para cada hora que em assistiu televisão em média durante a semana quando criança", disse Bob Hancox, co-autor da pesquisa.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.