14 de Julho de 2014
Crianças entre vítimas de Israel

Veículo: 
Jornal do Commercio

Na última sexta-feira (11), chegou a 103 o número de palestinos mortos na Faixa de Gaza pela operação militar israelense Limite Protetor. Entre as vítimas, mais de 20 crianças. Os ataques despertaram reações internacionais em todas as partes, a maioria pressionando Israel a encerrar a ação, e algumas inflamadas, como a do primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que acusou o governo israelense de mentir e indagou se algum foguete do Hamas matou alguém. O governo do Líbano chamou o Brasil a se colocar contra Israel. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se disse disposto a mediar um cessar-fogo, ressaltando que Israel tem o direito à autodefesa. Mas o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, não se mostrou disposto a ceder: “Nenhuma pressão internacional nos impedirá de revidar contra terroristas que nos atacam”, afirmou Netanyahu durante uma coletiva no Ministério da Defensa, em Tel Aviv.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.