17 de Setembro de 2012
Crianças confiam mais no Google do que nos pais

Veículo: 
Zero Hora

Pesquisa britânica da Birmingham Science City mostrou que 54% das crianças e adolescentes com idades entre seis e 15 anos consultaram primeiro o Google antes de seus pais ou professores. O estudo entrevistou 500 crianças de seis a 15 anos, e só 19% dos entrevistados afirmaram ter usado um dicionário impresso uma vez na vida. As enciclopédias vieram em último lugar no relatório, quando um quarto das crianças admitiu que nunca viu e nem sabia o que é uma. Questionados sobre o que seria uma enciclopédia, as crianças imaginaram que seria "um meio de transporte" ou "uma ferramenta usada em operações". Somente 3% das crianças com idade entre seis e 14 anos disseram que procurariam respostas com um professor, e só um quarto delas tiraria dúvidas com seus pais antes de acessarem o Google.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.