27 de Agosto de 2014
Cidade com 1,4 mil casos de abuso sexual foi negligente, diz relatório

Veículo: 
Folha de S. Paulo

Pelo menos 1,4 mil crianças e adolescentes sofreram abusos sexuais de 1997 a 2003 em Rotherham, cidade de 120 mil habitantes do nordeste da Inglaterra. Segundo relatório divulgado nesta terça-feira (26), houve desde abusos sexuais coletivos a sequestro e tráfico de meninas. A prefeitura emitiu um comunicado em que pede desculpas "a quem foi abandonado quando precisava de ajuda". "Ninguém conhece a verdadeira extensão da exploração sexual em Rotherham", disse a professora Alexis Jay, especialista em serviço social e autora do estudo independente encomendado pela própria cidade. "As autoridades envolvidas têm de responder a muitas coisas", afirmou a autora do relatório sobre a negligência diante das primeiras denúncias. Segundo Jay, vítimas e testemunhas foram ameaçadas para não denunciar os crimes. A investigação começou em 2010, após a condenação de cinco homens por delitos sexuais na cidade.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.