11 de Março de 2013
Celular ganha espaço no dia a dia das crianças

Veículo: 
Diário do Nordeste

Pesquisa realizada pela National Consumers League, organização norte-americana que defende os direitos do consumidor, aponta que seis em cada 10 pais afirmam ter comprado dispositivos móveis para seus filhos pré-adolescentes. Aqui no Brasil, a realidade não é tão diferente. Monitorar a localização do filho é a principal vantagem apontada pelos pais. O risco maior para as crianças é a conexão com a internet, segundo Mariano Sumrell, diretor de marketing da AVG Technologies no Brasil, empresa que oferece soluções de segurança na web. "Elas ficam expostas a várias ameaças como conteúdo impróprio e criminosos que costumam abordar as crianças nas redes sociais", diz Sumrell. Por outro lado, "contatar a criança e vice-versa, a qualquer momento, passa uma segurança maior", reconhece o executivo da AVG.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.