25 de Maio de 2017
CE tem a maior taxa do Norte/Nordeste de crianças matriculadas em creches

Veículo: 
Diário do Nordeste

A educação infantil é a base para o sucesso nos anos que sucedem a escolarização do indivíduo. Resultados no Brasil e no mundo comprovam esta afirmativa. No Ceará, que é reconhecido pelas iniciativas em diversas áreas da educação, não é diferente.

De acordo com o Anuário Brasileiro da Educação Básica 2017, divulgado pelo movimento Todos Pela Educação, o Estado tem a maior taxa do Norte/Nordeste de crianças de 0 a 3 matriculadas em creches. Conforme o estudo, de 2001 a 2015, a taxa de alunos cresceu 56,8%. Além disso, no último ano citado pelo Anuário, 33,4% das crianças do Ceará estavam em creches.

Além da boa posição em relação aos estados no Norte/Nordeste, o Ceará está próximo de atingir a meta 1 do Plano Nacional de Educação, que determina a universalização da Educação Infantil na Pré-Escola para as crianças de 4 e 5 anos e ampliação da oferta em creches, de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até 3 anos até o final da vigência do PNE.

Na faixa etária de escolarização de crianças de 4 a 5 anos, o Ceará já bateu a meta, assim como todos os estados brasileiros. O limite era até 2016. O dado mais atualizado do movimento Todos Pela Educação apontava que 95,7% das crianças daquela faixa etária estavam matriculadas.

Quanto a taxa de alunos de até 3 anos em creches, o Estado, em 2015, possuía o 5º melhor índice do país, atrás de São Paulo (43,5%), Santa Catarina (41,5%), Rio Grande do Sul (35,2%) e Paraná (36,8%). A meta deve ser concluída até 2024.

 

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.