18 de Novembro de 2014
CE: Mais de 6 mil crianças esperam por presente do Papai Noel

Veículo: 
O Povo

Chamar o bom velhinho de "querido" é de praxe. Quase sempre os escritos com a letra muito infantil começam assim. Alguns dizem logo a que vierem: pedem bola, boneca, bicicleta e tablet. Outros, como os de Alan Silva Moreira, 11, contam um pouquinho da vida para amolecer o coração do Papai Noel. "Disse a ele que sou um menino bom e um pouquinho nervoso, que nasci bem, depois adoeci e fiquei cego. Contei tudo pro Papai Noel entender que estou pedindo a mochila de rodinhas porque os livros em braile são pesados", justifica-se. As cartas foram escritas por crianças de 100 escolas públicas e de 12 instituições como a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), a Associação Peter Pan e a Sociedade de Assistência aos Cegos. O secretário da Educação de Fortaleza, Joaquim Aristides de Oliveira, comenta que a parceria entre os Correios e a rede pública é importante porque ajuda as crianças a desenvolverem a habilidade da redação de carta. Além de promover o espírito natalino. "É o tipo de iniciativa que forma uma espécie de corrente do bem e estimula os alunos a escreverem, ajudando a alfabetizá-los", lembra. A retirada dos pedidos e a entrega dos presentes segue até dezembro em sete agências de Fortaleza e Juazeiro. 

Tags:

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.