17 de Setembro de 2013
Brasil sem Miséria retirou 22 milhões da extrema pobreza

Veículo: 
O Povo

Desde o início do programa Brasil sem Miséria, há dois anos, 22 milhões de pessoas saíram da extrema pobreza no País. Foi o que declarou a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, ao abrir em Brasília o 2º Seminário Nacional sobre Pactuação Federativa no Brasil sem Miséria. A ministra lembrou que 910 mil famílias foram incluídas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e no Bolsa Família em dois anos e meio. A meta para 2014 é incluir mais 600 mil famílias, informou Tereza, em balanço sobre o programa. Entre os dados apresentados, a ministra destacou que 13,8 milhões de lares recebem o Bolsa Família, cujo orçamento alcança quase R$ 24 bilhões, o equivalente a 0,5% do (PIB) do País. "Os dados mostram que o Bolsa Família não só beneficia a população pobre, mas também beneficia a economia do Brasil", declarou. Segundo ela, o programa tem sido a forma de a população pobre ter acesso à renda e a outros benefícios.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.