24 de Janeiro de 2012
AP: União deve pagar cerca de R$ 70 milhões a professores federais

Veículo: 
Diário do Amapá

Mais de 3,3 mil professores do ex-Território Federal do Amapá à disposição do governo do estado receberão o pagamento retroativo da Gratificação Específica de Docentes (Gead). O benefício é pago pela União aos que exercem atividades de docência em regime de 40 e 20 horas-aulas no Amapá. O auxílio foi criado em 2002 e, no ano seguinte, substituído por outro, mas os professores ficaram sem receber no período de 2004 e 2005. Segundo Lelis Gantus, diretor do sindicato da categoria, a Justiça Federal já decidiu pelo pagamento do benefício e agora a Advocacia Geral da União (AGU) vai fazer o cálculo das gratificações. Serão beneficiados os professores da ativa, aposentados e pensionistas. Ao todo, a União vai pagar cerca de R$ 70 milhões aos docentes. 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.