16 de Dezembro de 2013
AL: Serviço de Convivência transforma realidade de crianças e adolescentes

Veículo: 
Alagoas 24 Horas

Abrir as portas para a participação cidadã e combater a segregação de crianças, adolescentes e adultos. Esse é apenas um dos papéis do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Secretaria Municipal de Assistência Social de Maceió (AL) que, aliado ao Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, promove atividades para o fortalecimento da ligação familiar. "O trabalho do Serviço de Convivência se torna importante porque a gente consegue trabalhar, de forma eficaz, nossas crianças e adultos. O reflexo desse trabalho a gente pode ver na comunidade", disse Andreia Gondim, coordenadora do Núcleo do Serviço de Convivência da Orla Lagunar. Ela fala com orgulho de uma fase que ela chama de transformação, vivida atualmente no núcleo que coordena, e destaca a responsabilidade com a retirada de crianças e adolescentes da situação de vulnerabilidade social, desde o reordenamento do antigo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) para o Serviço de Convivência. "Hoje, nós atendemos 173 crianças e adolescentes e estamos nos preparando para atender idosos", informou.a

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.