13 de Maio de 2013
Abuso no consumo de álcool é maior entre jovens ricos

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Ao analisar os milhares de questionários respondidos por estudantes brasileiros, os pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) conseguiram identificar o perfil de jovem mais propício ao consumo nocivo de bebidas alcoólicas. "Ele é um menino rico, que estuda em escola privada e tem baixa percepção de punição; ou seja, os pais geralmente não fazem nada com o jovem quando ele bebe", diz a pesquisadora Zila Sanchez. "Mesmo aquele jovem que tem pais que não bebem, se tiver experimentado a bebida precocemente de alguma outra forma, tende a adquirir o hábito da bebida", afirma Zila. A psicóloga Ilana Pinsky, vice-presidente da Associação Brasileira de Estudo de Álcool e Drogas (Abead) recomenda que os pais prefiram não levar seus filhos a bares, especialmente os mais movimentados. "Levar os filhos a bares não dá. São locais inadequados para as crianças", diz Ilana.

Patrocínio
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.