13 de Março de 2012
Abrigos pouco atrativos para crianças

Veículo: 
Hoje em Dia

Abrigos e centros de passagem são o destino de meninas e meninos em situação de rua que não se sentem acolhidos nos próprios lares. No entanto, a maioria dessas instituições carece de recursos para melhorias físicas e da equipe técnica, o que reflete em dificuldades para manter as crianças ou adolescentes sob a tutela dessas unidades. "Quando eles experimentam a rua, não conseguem ficar mais em lugares pequenos. Depois de se ter uma cidade inteira à disposição, como ficar em locais sem estrutura?", questiona o secretário-adjunto da Campanha Nacional Criança Não é de Rua, Adriano Ribeiro. Além disso, a maioria dos abrigos não oferece atividades que atraiam os jovens. "O governo costuma fazer políticas públicas pobres quando a clientela é pobre. Não adianta colocar adolescente para oficina de produção de desinfetante ou dobradura de papel".

Tags:

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.