15 de Outubro de 2013
63% dos pais não querem que filhos sejam professores

Veículo: 
Extra Online

Ter um filho ou uma filha no magistério não é mais o sonho da família brasileira. Pesquisa inédita da UniCarioca, feita com exclusividade para o jornal Extra, do Rio de Janeiro (RJ), revela que apenas 37% dos cariocas apoiariam seus filhos na escolha da profissão. Para 73% dos entrevistados, a carreira não tem qualquer prestígio no País. E os problemas vão muito além da questão salarial: 92% acreditam que os alunos já não respeitam mais os professores e 63% disseram que não incentivariam seus filhos a seguir a profissão. Segundo a pesquisa, no entanto, só 5% dos entrevistados acreditam que a falta de respeito do aluno é motivada pelo salário do professor. A maioria (38%) acredita que as escolas não são bem estruturadas e 31% veem a impunidade como razão primordial. A falta de educação familiar aparece com 10% das opiniões, mesmo percentual que aponta a formação inadequada dos professores como causa do desrespeito do aluno.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.