12 de Agosto de 2013 até 13 de Agosto de 2013
Inscrições abertas para o Seminário de Articulação do Fórum Nacional da Convivência Familiar e Comunitária

Nos dias 12 e 13 de agosto, acontece em Brasília (DF) o Seminário de Articulação do Fórum Nacional de Convivência Familiar e Comunitária. O evento tem como objetivo conhecer, aticular e fortalecer a sociedade civil que atua na promoção, proteção e de defesa do direitos de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária; promover o debate sobre os desafios das cinco regiões do País; estabelecer o diálogo com outras redes; e preparar os próximos passos da articulação do Fórum.

As inscrições podem se feitas no site do Seminário. As vagas são limitadas.

O projeto "Fórum Nacional da Convivência Familiar e Comunitária" é uma realização da Associação Brasileira Terra dos Homens (ABTH), com o apoio do Conselho Nacional dos Direitos das Crianças e do Adolescente (Conanda) e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Tem por objetivo articular a sociedade civil para a constituição de um Fórum Nacional da Convivência Familiar e Comunitária e para a interlocução junto aos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente para o fortalecimento do processo de elaboração dos Planos da Convivência Familiar e Comunitária. Uma das etapas do projeto é a realização de um Seminário Nacional para iniciar a articulação das organizações sociais.

Serviço
Seminário de Articulação do Fórum Nacional da Convivência Familiar e Comunitária

Local: Hotel Nacional - Brasília/DF
(Setor Hoteleiro Sul - Quadra 01 - Bloco A, Asa Sul)

Datas: 12 de agosto de 2013, das 10h às 18h
             13 de agosto de 2013, das 09h às 18h


 

Onde: 
Setor Hoteleiro Sul - Quadra 01 - Bloco A, Asa Sul, Brasília - DF
Horário: 
Público-alvo: 
Vagas: 
Promoção: 
Terra dos Homens
Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.