15 de Julho de 2014
CETIC.br lança pesquisa TIC Educação 2013 no dia 15 de julho em transmissão ao vivo

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), realiza na próxima terça-feira (15), a partir das 10h, um hangout – sessão online com videoconferência – para a divulgação da TIC Educação 2013. O uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação nas escolas brasileiras é o objeto de estudo da pesquisa, que chega a sua quarta edição. Os pesquisadores do CETIC.br comentarão, entre outros dados, o crescimento do uso do computador e Internet nas salas de aula. Nas escolas públicas, 46% dos professores declararam utilizar o computador e Internet em atividades com os alunos – um aumento de 10 pontos percentuais em relação ao ano de 2012. Outro destaque está no aumento da utilização dos tablets nas escolas públicas. Enquanto em 2012 apenas 2% delas possuíam esse tipo de equipamento, em 2013, esse número chegou a 11%. A coleta de dados da TIC Educação aconteceu entre os meses de setembro e dezembro de 2013. Foram entrevistados, presencialmente, 939 diretores, 870 coordenadores pedagógicos, 1.987 professores e 9.657 alunos, de 994 escolas públicas e privadas localizadas em áreas urbanas de todas as regiões do território nacional. Para acessar a pesquisa TIC Educação dos anos anteriores, acesse: http://cetic.br.

Onde: 
http://www.youtube.com/user/NICbrvideos
Horário: 
10h
Público-alvo: 
Vagas: 
Informações: 

Os jornalistas devem confirmar sua presença com Carolina Carvalho no telefone (11) 3027-0226 ou pelo e-mail: carolina.carvalho@s2publicom.com.br.

Promoção: 
Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br), Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br)
Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.