Relatório aponta avanços do Brasil especialmente em saúde e educação. No entanto, a violência contra crianças e adolescentes negros e pobres permanece como um dos principais desafios, além do risco de retrocessos como a redução da maioridade penal

Na região das Américas, que abriga 6,3 milhões de crianças migrantes – um quinto do total global –, o Brasil é o sétimo país com o maior número de emigrantes e imigrantes em 2015, e o oitavo que recebeu o maior número de imigrantes crianças

Relatório de Monitoramento Global da Educação da UNESCO indica que a educação precisa de uma grande transformação para atender aos objetivos globais e superar os atuais desafios enfrentados pela humanidade e pelo planeta

Infância na Mídia
Jornal do Commercio
21/09/2016
Educação do Recife ainda possui gargalos históricos. Dados do Observatório do PNE, mostram que a capital tinha apenas 35,6% das crianças em idade de creche matriculadas em 2010, ano do último Censo
Câmara Notícias
21/09/2016
Ensinos básico e superior terão direito à tradutor e intérprete de Libras nas salas de aula para viabilizar o acesso à comunicação, à informação e à educação de alunos surdos
MEC
21/09/2016
“Infelizmente o Brasil ainda tem 13,1 milhões de analfabetos, com 15 anos de idade ou mais. É um drama que temos de enfrentar”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho
Recursos para jornalistas
  • Guia de monitoramento: Violações de direitos na mídia brasileira III
    No Volume III, são apresentados os dados de pesquisa realizada em programas de rádio e TV das cinco regiões brasileiras, acusando níveis preocupantes de violações de direitos e de infrações a leis e a normas autorregulatórias do campo midiático. E a partir dos elementos constitutivos do modelo “policialesco” identificados na amostra, é aberto amplo debate sobre o fazer jornalístico — seus limites e responsabilidades.
  • Direitos da Infância e Direito à Comunicação
    Esta publicação, que integra atividades desenvolvidas pela Rede ANDI América Latina, apresenta uma visão ampla de 10 temas centrais para que a região avance na garantia, promoção e proteção dos direitos de crianças e adolescentes no campo da mídia.